Jornal Com Distribuição Mensal nas Zonas Norte (Tijuca - Vila Isabel - Grajaú - Andaraí) e Sul (Botafogo - Urca - Humaitá) do Rio de Janeiro
 
 
 
 home / página incial
 siga o correio carioca no twitter
 correio carioca no facebook
 
Jaime Arôxa

Entrevista publicada em janeiro de 2009 na Zona Sul e na Zona Norte.

Jaime Arôxa é professor, coreógrafo e bailarino. Estudou na Europa, Argentina e também no Brasil com grandes mestres. Já coreografou para televisão, cinema, teatro e shows de artistas nacionais. Foram mais de 50 trabalhos envolvendo a dança nesses seus 25 anos de carreira. Hoje, em sua própria escola de dança, que funciona em Botafogo, ensina sua arte. Mais de 17000 alunos já passaram por lá.

Correio Carioca: Como começou o seu envolvimento com a dança?
Jaime Arôxa: Eu me envolvi com a arte desde cedo, mas só na década de 80, quando me mudei de Recife para Rio de Janeiro, que descobri a dança de salão por intermédio da professora Maria Antonieta. Então me profissionalizei e em 1986 montei minha própria escola, o Centro de Dança Jaime Arôxa. Por aqui já passaram mais de 17000 alunos.

Qual foi seu trabalho mais marcante?
Foi a coreografia que fiz para a abertura da novela "Kananga do Japão", na extinta Rede Manchete. A partir dela recebi outros convites para trabalhos no teatro e na televisão. Já coreografei novelas, filmes, peças e participei de festivais depois da projeção que essa novela me deu.

Em algum momento você sofreu preconceito por sua opção pela dança?
Todo preconceito é burro. As pessoas acham que homem que dança é gay, mas pelo contrário, ele está sempre rodeado de mulheres. No futebol é mais perigoso, pois é cheio de homens e ninguém pensa isso de quem joga.

Houve alguma razão para a academia se instalar em Botafogo?
Havia o espaço disponível e então instalei a academia aqui no número 155. Foi muito bom porque Botafogo é um grande corredor e a Rua São Clemente faz parte dele, muitos passam por aqui. Minhas aulas têm alunos que moram na Barra, no Jardim Botânico e em outros lugares e encontram facilidade de chegar até aqui, isso é fundamental.

Quais são os cursos oferecidos pela academia?
A academia oferece cursos de todos os estilos como dança de salão e zouk, além de danças mais tradicionais como o tango, entre muitas outras.

Qual é a situação da dança de salão no Rio de Janeiro atualmente?
O Rio de Janeiro é uma das cidades mais importantes no aspecto cultural. É uma cidade naturalmente dançante. Tem o carnaval, o samba, e há espaço para todos os ritmos, inclusive a dança de salão.

Qualquer pessoa pode dançar?
Qualquer um pode dançar, só depende de quem ensina. Se o professor for bom, com certeza aprende e se torna um profissional. Tenho alunos que receberam convites para dançar em companhias no exterior.

Qual a importância da dança na vida das pessoas?
A vida de cada um tem dois momentos importantes: o dia do nascimento e o dia em que aprendeu a dançar. A dança muda a vida das pessoas.

Atualmente Jaime Arôxa está trabalhando em um curso para formação de professores. Em um ano e meio serão 40 novos professores que ensinarão sua arte em suas filiais pelo Brasil. Além da academia, Jaime desenvolve um projeto social no Morro Santa Marta, levando a dança a mais de 120 crianças que já se apresentaram em vários eventos e programas de televisão.

A academia se localiza na Rua São Clemente, 155, fundos, 2º andar ou na Rua São Clemente, 41. Para contato o telefone é 2286-0065. Na internet o site é www.jaimearoxa.com.br




 
 
« veja outras entrevistas
 
 
 
 
© Correio Carioca   -   Expediente   -   Política de Privacidade   -   Anuncie   -  Fale Conosco